A Importância da Teologia no Ministério da Pregação

A Teologia e o Ministério da Pregação

2022 será um ano diferente para você e seu ministério… Faça como mais de 25 mil irmãos do Brasil e de outros países que estão participando de um seleto grupo de profundos entendedores da Palavra de Deus e que alcançaram aprovação e reconhecimento ministerial… Você também deseja alcançar estes resultados? Clique aqui e saiba mais!

A- A+

Quem prega, sabe que existem habilidades indispensáveis para o ministério da pregação. Sabe também que Deus não escolhe os capacitados, mas capacita os escolhidos. Se você teve a honra de ser um dos escolhidos, talvez tenha chegado a hora de se capacitar.

Dentro do escopo dos Ministérios existem suas dedicações específicas. O da pregação aqui focado é responsável pelo cuidado com o entendimento, interpretação e propagação dos ensinamentos de Deus aos Homens.

É este ministério o responsável majoritariamente pelo crescimento da igreja e principalmente, pela expansão da abrangência de Deus no mundo.

Para entender melhor a importância deste Ministério e como impacta diretamente na vida da congregação, precisamos dar ênfase primeiramente a compreensão e posterior diferenciação de seus principais termos.

São eles:

  • Ministério
  • Pregação
  • Ministração
  • Sermão
  • Ensino

Entendendo os Ministérios

Dentre alguns dos significados da palavra Ministério, aqui iremos nos debruçar sobre seu significado de execução de uma tarefa, uma obra ou uma atividade.

No mundo Cristão, essa palavra encontrou morada e normalmente se divide entre grupos de interesses distintos, mas que juntos servem como pilares das igrejas de modo geral.

Os ministérios funcionam como grupos de interesses específicos compostos por determinadas pessoas que juntas se dedicam a uma obra.

Cada igreja os divide da forma como considera mais adequada, procurando adaptar o conceito dos cinco dons ministeriais deixados por Jesus à sua própria realidade.

De acordo com a Bíblia, em Efésios, capítulo 4, versículo 11, estes cinco dons podem ser divididos entre Apóstolos, Profetas, Mestres, Pastores e Evangelistas.

Estes dons foram doados aos homens para que cada um pudesse identificar e cumprir sua função com maior assertividade.

Uma pessoa identificada com um dom específico, pode desempenhar outra função?

Decerto que sim. Todos devem procurar propagar os ensinamentos de Deus indistintamente. O que Jesus quis mostrar para os homens com esta passagem, foi que independentemente das atividades executadas, sempre haverá aquela em que o indivíduo se sobressairá, por ter justamente a origem no dom.

Ministério da Pregação

Pregação é o ato de comunicar oralmente a Palavra de Deus ou o ensino religioso com o objetivo de persuadir. Por persuadir, entenda compreender. Se o ouvinte não entender o sentido real daquilo que está sendo passado a ele, a pregação terá sido em vão.

É o ato concreto do ensinamento de Cristo: “Ide e Evangelizai”.

É o levar a Palavra aos ignorantes e com ela amenizar as dificuldades na vida dessas pessoas. Afinal, conhecer a Cristo e viver Nele não é garantia da não existência de problemas, mas é a garantia de melhor enfrentamento.

Há várias formas de pregar, sendo todas corretas.

As convencionais, nos púlpitos das igrejas, outras mais missionárias como as atividades de porta em porta, as individuais ou para pequenos grupos em formato de aconselhamento, ou até mesmo em conversas informais. O requerimento que caracteriza o ato de pregar precisa estar embasado na palavra da bíblia e na sua transmissão adiante.

Entendendo a Ministração

O simples fato de ensinar algo a alguém pode ser considerado uma ministração. O corpo cristão conhece bem a definição desta palavra, pois ela é muito viva no dia a dia das igrejas.

A pregação e a ministração são atividades similares, porém existem diferenças.

Enquanto a pregação trata-se da evangelização propriamente dita, o levar a palavra adiante, a ministração requer uma maior profundidade de relacionamento com Deus.

Ao ministro é requerido o estudo profundo das Escrituras Sagradas, unção, o chamado efetivo divino e seu preparo espiritual para isso. Ao passo em que para o pregador é exigido, além da vontade, o conhecimento bíblico.

Ao ministrar, é necessário chegar a uma camada mais profunda à pregação. É se obter a certeza de ter tocado efetivamente a vida do fiel. É vê-lo ter sua vida realmente transformada pelos ensinamentos cristãos.

Entendendo o Sermão

A palavra sermão, embora tenha tido origem nas homilias praticadas nas sinagogas pelos judeus nos tempos de Jesus, tem se descolado um pouco de seu significado raiz pelos tempos atuais.

Sendo por muitos considerado como repreensão, alguns de nós certamente já ouviu em algum momento da vida a expressão: “Fulano passou um baita sermão em Beltrano!” e daí aí em diante. Como sendo algo ruim, uma espécie de bronca.

O sermão passou a ser atrelado a dois significados principais:

  • A homilia ensinada das igrejas;
  • Uma bronca dada a alguém por outro alguém normalmente considerado mais ajuizado.

Ambas as interpretações são corretas, a depender do contexto.

Entretanto, seu significado mais importante reside sim no ato de transmitir um conhecimento bíblico, a homilia, objetivando a instrução, o transformar de vidas.

Ministério do Ensino

O processo de ensino consiste na propagação de um conhecimento de um indivíduo para outro ou de um indivíduo para um grupo.

Através do desejo de ensinar, que os homens tiveram o ímpeto de desenvolver métodos que facilitassem esta ação, nascendo assim, as metodologias.

A Teologia bebeu muito desta fonte em sua concepção, pois aplica o método ao conhecimento bíblico.

É interessante observar que embora tenham definições semelhantes, existem sutilezas entre todos os conceitos componentes do Ministério da Pregação que variam de acordo com o grau de interferência do Espírito Santo em seus responsáveis.

Quais os tipos de Pregação ou Sermões à disposição do Pregador?

Em termos de composição estrutural, existem diversos tipos de sermões da mesma forma como existem diversos tipos de pregadores.

Cada pessoa tem seu estilo e domínio de qualidades específicas.

Conheça alguns deles a fim de identificar os que melhor se adequem às suas características de personalidade e habilidades.

Tipos de sermões:

  • Temático ou Tópico
  • Biográfico.
  • Típico.
  • Textual
  • Analítico.
  • Expositivo
  • Analógico.

O Sermão Temático ou Tópico, como o próprio título adianta, estipula um tópico ou uma ideia a ser explicada que pode ser tanto baseado a um trecho de texto ou a uma passagem bíblica que sirva como ilustração.

Ao se definir um tema a ser falado, é indicado procurar por trechos bíblicos em que esta ideia se apoie como forma de justificá-lo, tomando sempre muito cuidado para não os descontextualizar de sua conceituação original.

O Biográfico opta pela escolha de um personagem bíblico e constrói-se em seu entorno.

Tende a ser um tipo de sermão de fácil absorção, por normalmente retratar à história desses personagens e concluir com os ensinamentos extraídos dessa experiência.

O Típico é costumeiramente relacionado às representações típicas ou arquetípicas de um tema.
Ao se definir o assunto principal do sermão, é buscado trechos que possam oferecer sustentação em passagens onde essa representação esteja presente.

Como por exemplo, Deus em sua representação como Cordeiro a ser imolado para remissão dos pecados da Humanidade. Deus aqui assume o arquétipo do Cordeiro, o fato de ser sacrificado, acontece como ato de extremo amor, o da doação da própria vida em prol de outrem e assim em diante.

É um tipo de sermão que requer muito conhecimento das escrituras de modo a não se incorrer a erros de intepretação, pelo alta carga de elementos semióticos.

O Textual, embora parecido com o temático, faz o caminho inverso. Define-se um trecho geralmente pequeno de onde será extraído e desenvolvido a ideia a ser passada.

O Analítico, que também é considerado por alguns autores como subtópico do Sermão Textual, consiste em um uma análise das mais aprofundadas de um trecho bíblico, procurando dissecá-lo até sua exaustão.

O Expositivo é normalmente baseado em um texto bíblico, porém de maior extensão.

Ao contrário do Textual que normalmente abrange cerca de dois versículos, neste caso, são utilizados quantos forem necessários, desde que englobe o começo, meio e fim da ideia, considerando inclusive seu contexto, o que pode incluir capítulos ou mesmo o livro inteiro que o compõe.

O Analógico é o popular ensino por metáforas e analogias. Este sistema comparativo de ideias era o mais utilizado por Jesus para ensinar aos povos.

Por meio de parábolas, Ele podia alcançar a compreensão de todos os tipos de pessoas, das mais esclarecidas às mais humildes.

A Teologia e o Ministério da Pregação

Um ponto em comum a todas as formas aqui explicadas é o conhecimento. É impossível alcançar a excelência sem dedicação profunda.

Quando uma pessoa sente seu chamado e reconhece o dom em si, precisa compreender que quanto mais lapidar, melhor seu discurso se tornará.

Ter o dom da palavra, o carisma e habilidades de oratória são, indiscutivelmente, de grande importância, mas estéreis se não houver o interesse pela compreensão das nuances mais implícitas contidas no mar de conhecimento que é o texto bíblico.

Ao Pregador ou Ministro dedicado cabe a escolha pelos melhores caminhos de aprofundamento disponíveis.

A Teologia certamente é o caminho que o levará para uma pregação tocante, sensível e inspirada, afinal, a verdadeira pregação é aquela que transforma mentes pelo intelecto, mas principalmente corações por meio do amor.

Sente-se pronto para este grau de capacitação?

Você Deseja Obter um Ministério da Pregação Excelente?

Você deseja conhecer com muito mais profundidade as doutrinas cristãs e tornar-se um melhor pregador com um ministério frutífero, a partir do conhecimento mais aprofundado da Palavra de Deus?

Se você deseja desenvolver ainda mais o seu conhecimento, a sua vocação e estar melhor preparado para atuar no Ministério da Pregação, então escolha e inscreva-se nos mais completos cursos de Teologia à distância que estão disponível hoje para você e em pouco tempo você também receberá seu certificado de Teologia, direto na sua residência.

Básico em Teologia

Avançado em Teologia

Mestrado em Teologia

Doutorado em Teologia

Pacotão de Teologia (com todos os cursos inclusos)

Seja bem-vindo e bons estudos!

Aproveite e compartilhe este conteúdo!

Links Recomendados!

Deixe Seu Comentário!

Participe com sua opinião ou questionamento e vamos crescer juntos.

Você deseja entender a Bíblia mais rápido?

Clique no botão abaixo.
Em 2 minutos você vai receber um Guia de Estudos Bíblicos!

Porque Estudar no Instituto Logos?

Somos uma escola completa de Cursos Bíblicos e Teológicos 100% Online para formação de homens e mulheres comprometidos com a Palavra de Deus. Nossa missão é ajudar você aprofundar seu conhecimento para aplicar na pregação, no ensino, no ministério pastoral, no evangelismo, na liderança…!

Temos irmãos e irmãs de todas as igrejas evangélicas estudando a Bíblia conosco!

Porque Somos Reconhecidos?

O Instituto de Teologia Logos tem alcançado Reconhecimento Eclesiástico e Ministerial de todas as igrejas evangélicas no Brasil e em outros países.

Estamos entre os institutos mais lembrados por pastores, líderes e cristãos que desejam aprender da Bíblia e da Teologia.

Nosso compromisso é levar até você o conhecimento aprofundado da Palavra de Deus e da Teologia.

Quer receber esses Livros Grátis?

Guia da Teologia

Você deseja entender a Bíblia com muito mais profundidade?

Nós temos cursos com conteúdo de alto nível para você alcançar a profundidade da Palavra de Deus!

CURSOS ACEITOS EM TODAS AS IGREJAS EVANGÉLICAS!

Pacotão de Teologia

COMBO Pacotão de Teologia Avançada!

A Mais Completa Formação em Teologia com 6 Cursos + Certificados + Históricos + Credencial + BÔNUS exclusivos.

PESQUISA UNGIDA!

Qual é a sua Formação Teológica?

Escolha uma opção abaixo!

Doutor em Teologia - popup
Parabéns!
Você DESBLOQUEOU um Desconto Especial para começar ainda hoje seu curso de Doutor Teologia.